Curadores

foto-1@3x

Jacob Klintowitz

Coordenador da Comissão Curadora

Jornalista, crítico e editor de arte, Jacob Klintowitz é autor de 177 livros sobre arte, arte brasileira, monografias e livros de artistas, e ficção. É o autor do livro de contos “Portão dourado”, tendo participado de outras antologias de contos. Também escreveu cerca de 3.000 artigos e colunas. Ganhou duas vezes o “Prêmio Gonzaga
Duque” da Associação Brasileira de Críticos de Arte-ABCA, por sua atuação crítica. E duas vezes foi homenageado pela ABCA, por sua intensa ação cultural.

foto-2@3x

Enock Sacramento

Enock Sacramento é membro das Associações Paulista, Brasileira e Internacional de Críticos de Arte. Participou de aproximadamente 150 júris de salões de arte, curou cerca de 150 exposições no Brasil e, no exterior, prefaciou mais de 200 catálogos de exposições, além de publicar numerosos artigos na imprensa e 34 livros sobre arte e artistas brasileiros. Como crítico e curador de arte, recebeu, em 2004 e 2016, o Prêmio Gonzaga Duque, da ABCA – Associação Brasileira de Críticos de Arte e, em 2011, o Prêmio Mário de Andrade. É curador da Fundação José e Paulina Nemirovsky, em São Paulo.

foto-3@3x

César Romero

Nascido em Feira de Santana, Bahia, César Romero fez sua estreia profissional em
1967. Investigou fontes matrizes da cultura popular, estabelecendo um acúmulo de informações de grande importância na visualidade brasileira. Deu ao Brasil uma estampa única às “Faixas Emblemáticas”. Sua Fortuna Crítica consta de 129 textos de especialistas nacionais e 12 internacionais. Crítico de Arte filiado a ABCA e AICA, foi contemplado com honrarias e homenagens especiais no Brasil e exterior.

foto-4@3x

Rinaldo Morelli

Rinaldo Morelli é produtor cultural e curador independente, já participou de mais de 58 exposições coletivas e individuais, no Brasil e no exterior. Possui trabalhos
nas coleções e acervos de Joaquim Paiva/MAM-RJ e Galeria A Casa da Luz Vermelha (Brasília-DF). Além de atuar como jurado e curador em inúmeros prêmios e bienais, também atuou como professor de Introdução à Fotografia na Universidade de Brasília (Unb) e foi membro do Conselho Curador de Cultura da Câmara
Legislativa do Distrito Federal entre 2013 e 2017.

foto-4

Maurício da Silva Matta

Arquiteto carioca, formado e pós-graduado em Brasília, Maurício colaborou com grandes nomes, tais como Oscar Niemeyer, Athos Bulcão, Marianne Peretti e Glênio Bianchetti. Participou da curadoria de exposições promovidas pelo Espaço Cultural da Câmara, além de documentários e programas sobre nossa cidade. Foi membro da Diretoria do Instituto de Arquitetos do Brasil IAB-DF de 1988 a 1999, quando aconteceu o concurso da terceira ponte do Lago Sul. Também foi membro da Comissão Curadora da Bienal de Artes do SESC-DF, em 2016.

Mensagem do presidente

“A Bienal das Artes se constitui em um novo marco das ações culturais do Sesc. É uma proposta instigante, provocadora e enriquecedora por criar um espaço nobre de atuação, interação, intercâmbio e de promoção de artistas e de diferentes expressões das artes visuais. Abre um novo canal de diálogo entre artistas, apreciadores das artes plásticas e dá oportunidade aos cidadãos de conhecer o movimento artístico contemporâneo.” – Adelmir Santana

Mensagem do diretor

“É inegável a importância de reunir diferentes expressões das  artes visuais. O Sesc-DF é uma instituição que busca constantemente estimular a classe artística e o surgimento de novos talentos. Acredito que a Bienal das Artes seja um projeto inovador nesse sentido. Com essa iniciativa temos a oportunidade conhecer as novas e marcantes tendências do universo artístico contemporâneo.” – José Roberto Sfair Macedo